Por que visitar Le Havre?

Le Havre é uma importante cidade portuária da alta Normandia. Ela fica justo a leste da foz do rio Sena, que deságua no Mar do Norte. A cidade foi parcialmente destruída na 2a Guerra Mundial e reconstruída após a guerra. Isso fica muito evidente quando se anda pelas ruas da cidade. O que nem todo mundo sabe é que a cidade foi, na verdade, bombardeada pelos próprios aliados para facilitar a retomada do território e a expulsão dos nazistas.

DSC_0209_edited

Os prédios são quase todos da mesma época, quadrados e pesados. As ruas são largas e com pouca gente circulando à noite, o que no entanto não gera sensação de insegurança. A Igreja de Saint Joseph (cuja torre pode ser vista de quase toda a cidade) tem uma arquitetura curiosíssima para uma cidade francesa e parece mais uma obra da época soviética. É preciso resistir à sensação de desconforto que seu exterior causa e entrar para ver seu interior. De dentro é possível admirar os belíssimos vitrais que contrastam com a sobriedade da obra arquitetônica.

DSC_0134_edited

O Hôtel de Ville, que é a Prefeitura da cidade, também é um prédio bastante pesado, mas está rodeado de um jardim colorido e algumas fontes muito bonitas, que ajudam a dar um ar mais leve ao lugar. As esculturas expostas aí e em muitas outras partes da cidade também são muito interessantes. Os principais edifícios da cidade foram projetados pelo arquiteto francês Eugène Perret, reconhecido por sua arquitetura modernista, toda em concreto armado.

DSC_0167_edited

DSC_0054_edited

Uma questão que não pode deixar de ser mencionada é a relação do arquiteto Oscar Niemeyer com a cidade. Um grande projeto dele pode ser visto no centro da cidade, não muito longe da Prefeitura. A Place Oscar Niemeyer abriga o enorme prédio da Maison de la Culture e a Biblioteca Oscar Niemeyer – sim, o nome dele está por toda parte. Também vale a pena visitar o Museu , que abriga importantes obras impressionistas e organiza boas exposições temporárias.

DSC_0180_edited

Le Havre, assim como boa parte da Normandia é também o reino dos frutos do mar. É possível experimentar ostras, camarões, caranguejos, vieiras entre outros em vários lugares, mas o restaurante Brasserie La Paillette, fundado em 1586, tem um charme especial. A variedade de pratos deles vai muito além dos frutos do mar e também é possível provar a cerveja de fabricação própria. Mas se for optar por comer os bichinhos marinhos, opte por beber uma cidra (tipo de espumante típico da região). A combinação é perfeita.

DSC_0124_edited

Na minha opinião Le Havre não vale como destino isolado, mas pode ser uma ótima porta de entrada para as delícias da Normandia.

2 comentários sobre “Por que visitar Le Havre?

  1. Cristina Siqueira

    Olá, vamos fazer o interior da França em 9 dias e gostaríamos de ir para a Normandia, Alsácia, Champanhe e Borgonha, saindo de Paris, de carro, qual o melhor roteiro? Obrigada

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Cristina,

      Que legal que vocês terão 9 dias para explorar o interior da França! Olha, eu acho que talvez visitar as 4 regiões seja muito para esse período porque tem tantas cidades legais que vocês correm o risco de ficar mais tempo no carro do que nas cidades em si. Eu recomendaria tirar a Alsácia que é maravilhosa, mas está um pouco mais distante de todo o resto. Assim vocês poderiam sair de Paris com direção a Reims ou Epernay, na região de Champagne, depois seguir para a Normandia (aí tem Giverny, Rouen, Etrétat, Le Havre, Deauville, Honfleur…) e entrar na Bretanha pelo Mont Saint-Michel. Recomendo fazer simulações dos tempos de deslocamento pelo Google Maps e sempre acrescentar uma folguinha a mais porque imprevistos acontecem!

      Espero que a viagem seja deliciosa!

      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *