Roteiros da Bahia: Costa dos Coqueiros

A Costa dos Coqueiros também é conhecida como Litoral Norte. Trata-se de uma extensão de praias que vai desde a saída de Salvador (pela Linha Verde ou BA099) até a divisa com Sergipe, que é feita pela praia de Mangue Seco. Durante toda essa extensão de mais de 250km, muitas são as possbilidades e diversidades de destinos. De praias super conhecidas e cheias de infra-estrutura, como Praia do Forte, até localidades menos badaladas, como Imbassaí, dos mega resorts de Sauípe até as simples pousadas de Arembepe, tudo é possível.

Meu primeiro destaque vai para Arembepe, conhecida pela Aldeia Hippie que ficou famosa nos anos 60 e 70. A aldeia ainda existe e é fácil entender o motivo da escolha da região: a tranquilidade. Arembepe conta com uma bela praia, boa infra-estrutura e preços mais módicos do que outras praias da região. Vale uma parada.

Nossa segunda parada é Itacimirim, praia com a qual tenho uma ligação afetiva particular por ter passados alguns períodos de férias com a família por lá. É bem verdade que a praia era bem menos conehcida nessa época e as hospedagens, bem mais simples. De todas formas, tenho pesquisado algumas pousadas por lá e vi que há possibilidades realmente encantadoras. E, pelo que me lembro, o mar agitado e a ampla faixa de areia para caminhadas ou castelinhos dão uma sensação de paz intensa.

Falando em mar agitado, é bom lembrar que essa faixa de praia está toda em contato com o Oceano Atlântico, e não com a Baía de Todos os Santos, portanto é de se esperar águas agitadas, cheias de onda e com bastante correnteza (na maré baixa, às vezes, é possível curtir pscininhas). Se você prefere praias calmas, é preferível optar por uma localidade que esteja na Baía.


Praia do Forte (acima) é o destino mais conhecido da Costa dos Coqueiros. A praia conta com excelente infra-estrutura (exceto de borracharia, acreditem! Experiência própria…) tanto de hospedagem e alimentação e quanto de opções de entretenimento. Não raro a localidade conta com shows de artistas famosos que atraem uma grande quantidade de pessoas. Se você quer unir bons dias de praia com uma vida noturna mais agitada, meu conselho é Praia do Forte. Também está localizado aqui o Projeto Tamar (abaixo) de preservação das tartarugas marinhas. A sede em Praia do Forte é uma atração já que conta com tanques com vários animais marinhos e muitas explicações sobre a vida dos animais do mar. . Na estradinha que leva a Praia do Forte, vale uma parada no Castelo de Garcia D’Ávila.

Sauípe ficou conhecida pela grande infra-estutura em resorts que oferece. Como nunca fui lá, não posso falar muito. Se você é dos grandes fãs de resorts, vale a pena checar as opções disponíveis por lá. Há muitos resorts cheios de infra-estrutura, uma vila com lojinhas e restaurantes (bem ao estilo vila de resort).

E o ponto final é Mague Seco (acima), a praia da divisa entre Bahia e Sergipe. Essa praia ficou famosa pela gravação da novela Tieta do Agreste. Atualmente a praia vem sofrendo com o avaço das águas do mar que estão invadindo o manguezal e destruindo a beleza natural dessa praia. Então, se você quer conhecê-la, vá logo! Em termos de beleza, acredito que essa seja a praia mais diferente do litoral norte, exatamente pela presença do mangue. Esse elemento torna a paisagem diferente e lindíssima.

Sobre quanto tempo ficar, novamente depende dos planos de cada um. Até a Praia do Forte, dá pra fazer um confortável bate-volta a partir de Salvador. Mais longe que isso já pode ficar cansativo… Se a ideia é visitar mais de uma praia, talvez uma semana dê para se dividir entre 3 ou 4 destinos. Agora se o objetivo é descansar e curtir um bom hotel, aí o limite são suas férias, seu dinheiro e sua capacidade de ficar deitado no sol, nadando e tomando bebidas estupidamente geladas sem nenhuma obrigação a cumprir! Haha. Par os soteropolitanos, as praias do litoral norte são ótimos destinos tanto de final de semana quanto em feriados prolongados.

Um comentário sobre “Roteiros da Bahia: Costa dos Coqueiros

  1. Pingback: Roteiros Turísticos da Bahia | Com Fusos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *