Dicas de Paris: como ir dos aeroportos ao centro e como se locomover na cidade

Paris é uma cidade razoavelmente simples de ser visitada. O sistema de transporte funciona muito bem, existem postos de atendimento aos turistas e a maioria das atrações tem todas as informações que você precisa no próprio site. Mas, não tem jeito, sempre sobra aquela dúvida sobre como fazer isso ou aquilo, aquela insegurança de ir para terras desconhecidas, muitas vezes sem falar nenhuma língua além do português. Então resolvemos fazer uma série de posts sobre questões práticas da visita à cidade. Este primeiro explica tudo sobre como se locomover dos aeroportos até o centro e também dentro de Paris.

amelie poulain metro paris

Qual a melhor maneira para ir dos Aeroportos até o centro de Paris?

Paris tem 2 grandes aeroportos: Charles de Gaulle, ao norte da cidade, e Orly, ao sul. Se você vem em um voo direto do Brasil, deve aterrissar no Aeroporto Charles de Gaulle. Se você vem de outro destino ou em voo com escala, pode ser que chegue pelo Aeroporto de Orly. Em ambos os casos, você terá basicamente três opções de transporte para chegar ao centro da cidade: transporte público, táxi ou Uber. No caso do Charles de Gaulle, há também a opção do EasyBus. A seguir, falamos um pouquinho sobre cada uma dessas opções para você poder escolher a que melhor se encaixa no seu caso.

Transporte público – Essa é a opção mais barata! Você provavelmente encontrará uma estação de metrô bem perto do seu hotel, mas antes de sair correndo pra não perder o próximo trem, atenção! O metrô parisiense é pouco acessível para pessoas com mobilidade reduzida. Poucas são as estações em que você tem ao seu dispor elevador e escada rolante. Quase sempre temos de andar longas distâncias dentro das estações e subir e descer muitos degraus até chegar ao nosso destino. Então, se você tem algum problema de mobilidade ou está acompanhado de quem tenha; se tiver com muita bagagem, ou malas muitas pesadas; se chegar muito cansado ou indisposto da viagem, sugerimos fortemente que considere as outras opções.

Táxi Essa é a opção mais cara, sem dúvida, mas se você estiver acompanhado, dá pra rachar a conta no final! Em geral, a oferta de táxis no aeroporto é grande, e você não encontra muita fila para ser atendido.  A distância até o centro da cidade é de aproximadamente 30 quilômetros. A corrida não fica por menos de 45€ – e pode chegar a 80€, dependendo do trânsito e da distância do seu hotel.

Ubero Uber em Paris está crescendo rapidamente e tem um serviço muito bem avaliado, como no Brasil. Além do conforto dos veículos e da simpatia extra dos motoristas, as tarifas são mais baixas que as do táxi. Para os visitantes brasileiros, o principal problema são as taxas do cartão de crédito. Quem já é usuário do Uber sabe que não é possível pagar o motorista em dinheiro – a corrida é faturada no cartão de crédito diretamente pelo aplicativo. Com isso, ao custo da viagem, soma-se a taxa do IOF, que atualmente é 6,38%. Ainda assim, o Uber costuma compensar! Para uma corrida do Charles de Gaulle ao centro da cidade, a estimativa de preço do Uber vai de 40€ a 60€, aproximadamente. Somando a alíquota de IOF, esses valores subiriam para 42,55 e 63,82, ou seja, ainda ficariam menores do que o taxi!

 

Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris?

Transporte público: saindo do Aeroporto Charles de Gaulle, você deve pegar o RER B, no sentido Paris (os destinos podem ser Saint-Remi-lès-Chevreuse ou Robinson – nas duas hipóteses, o trem passará pelo centro). O bilhete lhe custará 10€. Se você tiver a sorte de seu hotel ficar próximo a uma das estações do RER B, maravilha! Caso contrário, você terá de fazer baldeação para o metrô, e terá de reapresentar o bilhete que você usou para entrar no trem. As 4 estações em que você pode fazer conexão com o metrô são Gare du Nord, Châtelet Les Halles, Saint Michel-Notre Dame e Denfert Rochereau. Em cada uma dessas estações, você poderá fazer baldeação para diferentes linhas do metrô.  Veja no mapa a opção mais rápida!

Dica do Com Fusos: há dois itinerários de RER que levam até o centro de Paris: o que para em todas as estações (demora mais ou menos 40 minutos até o centro), e o que vai direto até a Gare du Nord. O preço é o mesmo e o local de partida também! Na plataforma, atente para os monitores que indicam o itinerário dos trens. Pegando o trem direto, você economiza bastante tempo!

Táxi: o ponto de táxi fica pertinho da área de desembarque, como em quase todo aeroporto. A viagem fica entre 45€ e 80€ euros, dependendo do trânsito e da distância.

Uber: pedir um Uber é bem simples, basta você indicar a saída do terminal em que você esperará o motorista (lembrando que eles não têm ponto fixo nos aeroportos). Em geral, a dispoonibilidade de carros é grande. Você pagará entre 40€ e 60€, mas lembre-se que o cartão de crédito acrescentará a taxa do IOF a esse valor. Para acessar o Uber, use o wifi gratuito do aeroporto!

*Para quem faz voos internos na Europa pela companhia lowcost Ryanair, o aeroporto não é nenhum dos dois principais. A companhia opera no distante aeroporto de Beauvais, que fica a mais de 80km de Paris. Veja aqui como chegar lá.

Como ir do Aeroporto de Orly até o centro de Paris?

Pra quem chega a Paris por Orly, são duas opções de transporte público: VLT + trem + metrô, ou ônibus + metrô. Vamos explicar as duas.

Orlyval (VLT + trem + metrô): o Orlyval é um VLT que liga o aeroporto à estação de RER. O bilhete para acessá-lo custa 12,05€ e te permite fazer todo o trajeto, incluindo as conexões com o RER e o metrô. Você o comprará no aeroporto mesmo, é só seguir as placas indicando o caminho. O VLT te levará do Aeroporto até a estação Antony (RER B). Com o mesmo bilhete, você acessará o trem, sentido norte (destino Charles de Gaulle ou Mitry Claye, dá na mesma). Se você tiver a sorte de seu hotel ficar próximo a uma das estações do RER B, maravilha! Caso contrário, você terá de fazer baldeação para o metrô, e terá de reapresentar o bilhete que você usou para entrar no trem. As 4 estações em que você pode fazer conexão com o metrô são Denfert Rochereau , Saint Michel Notre Dame, Châtelet Les Halles e Gare du Nord. Em cada uma dessas estações, você poderá fazer baldeação para linhas diferentes do metrô. O tempo total de deslocamento até o centro de Paris varia entre 40 e 50 minutos. Veja no mapa do metrô a estação mais perto do seu hotel!

Orlybus (ônibus + metrô): outra opção é pegar o Orlybus, ônibus que liga o Aeroporto à Praça Denfert Rochereau, no 14 ème. O bilhete do ônibus custa 7,7€ e a viagem demora de 25 a 35 minutos. A desvantagem é que, chegando à Praça Denfert Rochereau, você terá de pegar o RER B, ou o metrô (linha 6), para chegar ao seu hotel. Pra isso, terá de comprar mais um bilhete, e carregar suas malas pela rua, do ponto de ônibus até a entrada do trem ou do metrô (a entrada do RER é pertinho, mas a do metrô exige caminhar um pouco mais)

Táxi: o ponto de táxi fica pertinho da área de desembarque, como em quase todo aeroporto. A viagem fica entre 35 e 70 euros, dependendo do trânsito e da distância.

Uber: pedir um Uber é bem simples, basta você indicar a saída do terminal em que você esperará o motorista (lembrando que eles não tem ponto fixo nos Aeroportos). Em geral, a disponibilidade de carros é grande. Você pagará entre 30 e 60 euros, mas lembre-se o cartão de crédito acrescentará a taxa do IOF a esse valor.

Dica do Com Fusos: se você vai ficar em Paris por uma semana ou mais, compre o passe Navigo semanal no aeroporto mesmo. Dessa forma, você já faz a viagem para o centro incluída no preço do passe. Leia um pouco mais abaixo os detalhes sobre o passe Navigo.

mapa-metro-paris-franca

Como é o transporte público em Paris?

Paris tem uma rede de transporte público muito eficiente e completa. São 14 linhas de metrô, integradas a 5 linhas de trem (RER), VLTs, e dezenas de linhas de ônibus. A rede férrea tem seus probleminhas – as estações são meio sujinhas e fedidas; escadas rolantes e elevadores são raridade; vez ou outra, há irregularidades no serviço. Por outro lado, é muito difícil encontrar algum lugar no centro de Paris que esteja a mais de 500m de uma estação. Os ônibus são modernos – silenciosos e confortáveis, apesar de também não serem lá  super limpinhos. Nos pontos, você consegue acompanhar quanto tempo o seu busu vai demorar. No inverno, no entanto, esperar o ônibus no ponto aberto pode ser uma tarefa ingrata. Pela praticidade e pelo preço, certamente vale a pena usar o transporte público parisiense durante sua estada na cidade!

Para quem for explorar a cidade de transporte público, peça um mapa em qualquer estação de metrô e faça dele seu melhor aliado, pois a rede de metrôs e trens é bem grande e complexa! Também é possível baixar o aplicativo RATP no seu celular. Ele calcula a melhor forma de ir de onde você está até seu destino. Outra informação importante: diferente do Brasil, o controle na entrada dos metrôs e trens é bem fraco. Quase não há seguranças, e você verá muita gente pulando catraca. Caso você não queira se arriscar a tomar uma multa, no entanto, sugerimos que você evite essa prática: você deve manter o seu bilhete até o final da viagem, caso seja abordado por algum fiscal. Se você estiver sem o bilhete, independente do motivo (pulou catraca, perdeu, jogou fora – não importa), a multa é de 33€ pagos na hora.

 

Quanto custa o transporte público em Paris?

O bilhete unitário, que se compra nas estações de trem e metrô, e vale também para ônibus, custa 1,80€. Esse preço diminui se você comprar 10 bilhetes de uma vez – nesse caso, você pagará 14,10€s, ou seja, cada um sairá por 1,41€.

Se você pretende explorar a cidade utilizando o transporte público, há bilhetes especiais que podem compensar mais! Abaixo, informações sobreo plano “Paris Visite”, pensado especialmente para uso de turistas. Se você for ficar mais de uma semana em Paris, pode valer a pena comprar um passe Navigo.

– Paris Visite: permite que você utilize livremente o metrô, os trens (RER), ônibus e até o funicular de Montmarte! Você pode comprar o bilhete para 1, 2, 3 ou 5 dias. Há dois planos possíveis, de acordo com a área de abrangência do bilhete. O mais barato vale na Paris “intramuros”, ou seja, na cidade de Paris, incluindo todos os principais pontos turísticos (Torre, Louvre, Quartier Latin, Montmartre). O plano completo permite acessar as zonas 4 (onde fica Versailles) e também os Aeroportos.

Ele é válido do dia em que você usa o bilhete pela primeira vez até a meia noite do último dia de plano.  Também oferece descontos em algumas atrações turísticas como o Arco do Triunfo e a Torre Montparnasse (veja aqui a lista completa de atrações que oferecem descontos aos portadores do bilhete Paris Visite)

Atenção! Esse bilhete é um título de transporte individual – você registra no bilhete seu nome e a data em que o utilizou a primeira vez. Se você for abordado por fiscais e seu bilhete não contiver essas informações, você levará uma multa.

Paris Visite

O que é o passe Navigo? Vale a pena compra-lo?

Pra quem vai ficar uma semana ou mais em Paris, vale a pena considerar comprar o passe Navigo, que é que o Bilhete Único parisiense, válido para todos os meios de transporte público da cidade – metrô, ônibus, trem, VLT (com exceção do Orlyval). Para o plano de 1 semana, você pagará 26,25€ (são 5€ para comprar o cartão e 21,25€ do pacote semanal). Com esse plano, você pode, inclusive, chegar a Versailles e aos Aeroportos.

O cartão pode ser comprado nos guichês do metrô. Você precisará somente de uma foto (se não tiver uma 3×4 sobrando, lembre que quase todas as estações de metrô de Paris tem aquelas máquinas de foto instantânea. Vale também fazer uma cópia simples da foto do passaporte, recortar e colar!). Assim que você comprar o cartão, lembre de anotar seu nome e colar a foto – eles são elementos de identificação obrigatórios. Caso você seja parado por um fiscal e seu Navigo estiver sem essas identificações, você levará uma multinha!

Atenção ! O plano semanal vale de segunda a domingo, e não 7 dias contados a partir da data em que você o compra. Isso quer dizer que se você comprar um Navigo semanal na quinta, você só o utilizará 4 dias, até o domingo! A partir da quarta-feira, você pode comprar o plano para a semana seguinte, que começará a funcionar somente à meia noite da segunda-feira.

Se for ficar mais tempo, o Navigo mensal sai por 75€ (5€ do cartão + o preço da recarga).

Quer andar de bicicleta em Paris?

É fácil e barato andar de bicicleta em Paris. Além de ser um passeio delicioso. Veja nosso post sobre como utilizar as bicicletas Vélib.

 

29 comentários sobre “Dicas de Paris: como ir dos aeroportos ao centro e como se locomover na cidade

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Giovanna,

      Mil desculpas pela demora na resposta. Muito obrigada pela sua informação. Vou atualizar o post agora mesmo!

      Beijos

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Flávio,

      Mil desculpas pela demora em te responder. Imagino que sua viagem já tenha acontecido, mas como outras pessoas podem ter a mesma dúvida, deixo aqui minha resposta. Para chegar até République, se estiver com muita mala sugiro pegar ônibus + uber ou uber direto, a depender do seu orçamento. Se a bagagem for pequena, recomendo RER + metrô, que é certamente o jeito mais rápido e barato.

      Abraços

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Nossa Isabel, muitíssimo obrigada 🙂
      Se precisar de alguma informação específica, não hesite em perguntar.
      Beijos

  1. Marcelo Maia

    Muito obrigado valeu muito as dicas do transporte . Poderia me informar mais sobre locais principais para visitar e locais custo benefício para comer. Muito obrigado.

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Marcelo,

      Com essa jornalista que demora tanto pra responder, imagino que você descoberto tudo sobre Paris! hahahhaha. Perdão. De toda forma, deixo aqui algumas dicas gerais. Paris é uma cidade que tem muuiiittooosss atrativos turísticos. O roteiro mais legal e mais interessante vai depender do gosto pessoal de cada um e, claro, de quanto tempo terá na cidade. Além da Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Louvre e outros pontos já bastante conhecidos (que certamente merecem visita!), eu recomendo muito reservar um tempo para caminhar na beira do rio Sena e/ou aproveitar os lindíssimos parques da cidade, especialmente se a visita acontecer em épocas mais quentes. Quanto a alimentação, de novo tudo depende do gosto e bolso de cada um. É possível comer crepes, kebabs (sanduíche turco) e pizzas baratas ou sentar para degustar mais calmamente um prato da culinária francesa. Tem de tudo um pouco, mas no geral Paris é uma cidade cara pra alimentação se comparada às cidades de Portugal, Espanha e Itália, por exemplo.

      Abraços

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Luanny, obrigada pela sua pergunta. Eu não tenho certeza se essa funcionalidade está ativa em Paris, mas acredito que sim. Também é possível dividir a corrida entre 2 ou mais pessoas. Abraços

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Deise, existe sim a opção de pedir carros maiores. Não tenho certeza de até quantas pessoas, mas o aplicativo te informa isso.
      Abraços

  2. Angela

    olá! estou chegando em Paris por Orly. nao falo frances
    vou de mochileira mesmo.
    sera q vou entender, e conseguir sair de la, nesse onibus + metró?
    tenho umas amigas me esperando no centro da cidade
    grata pela atençao

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Sim, acredito que você consiga sem problema. Há muita sinalização e, em geral, o pessoal do aeroporto ajuda bastante os turistas. Boa viagem!

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Sim, há postos de venda da carte navigo em CDG. Às vezes a fila está um pouco grande, mas com paciência você consegue 🙂

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Soraya, sim, você pode comprar o Paris Visite em qualquer estação de metrô, incluindo o aeroporto. Boa viagem!

  3. Camila

    Nina obrigada pelo post esclarecdcedor , poderia me ajudar em uma dúvida sobre ir de paris a Londres.? Qual a melhor forma e hotéis em paris é melhor nó centro ou em outros locais ?

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Camila, o jeito mais barato de ir a Londres geralmente é de ônibus. Mas também é possível ir de trem ou de avião. Quanto à hospedagem, ficar no centro é sempre melhor, mas você também pode tentar encontrar algo mais barato no banlieu, desde que tenha linha de metrô para o centro. Abs

  4. Marize

    Oi, Nina! Teremos um voo partindo Orly, às 7 da manhã, tendo assim, que sair do hotel antes das 5. Vc sabe se nesse horário eu consigo Uber? Obrigada! Amei o seu blog

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Olá Cláudia,

      Em geral o Uber entre o CDG e o centro de Paris custa entre 40 e 50 euros. A última vez que fiz o trajeto foi em abril/2017 e esta era a faixa de preço.

      Abraços

  5. Israel

    Olá, pode me explicar quais as diferenças práticas entre o Paris visite e o navigo? Seria somete o desconto que o navigo proporciona em alguns pontos turísticos?
    Além disso, acha que vale mesmo a pena o Museu Pass? Ouvi dizer que ajuda a evitar algumas filas… Obrigado!

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Olá Israel,

      A principal diferença entre o Paris Visite o Navigo é a sua duração. Se você for ficar um período mais longo e quiser só acesso aos serviçoes de transporte, o Navigo é mais vantajoso. Quanto ao Museum Pass, só vale a pena se você realmente for visitar muitos museus e de forma rápida (pra aproveitar a validade do passe). Eu optaria por escolher menos museus e gastar mais tempo em cada um.

      Abraços e boa viagem!

      Nina

  6. Elisabete Regina

    Oi Boa Tarde! Estou indo à Paris pela primeira vez e como você já deve imaginar… Muitas dúvidas! Vou em Dezembro e querias algumas dicas sobre o Clima… Vou Ficar no Hotel na Av Descarte… Pelo que pesquisei não está muito perto do centro… Qual sua sugestão de transporte? E sobre o UBER, preciso baixar outro aplicativo ou o que tenho “do Brasil” vale em Paris? E por fim… Sobre internet e ligações para o Brasil como faço pra ter condições de não ficar sem internet e conseguir ligar sem gastar muito?? Desde já agradeço seu contato!

    1. Nina Santos Autor da Postagem

      Oi Elisabete,
      A primeira viagem pra Paris é sempre inesquecível, aproveite! O aplicativo do Uber vale em qualquer cidade em que eles atuem, inclusive em Paris, mas dentro da cidade dê preferência a andar de metrô e ônibus. Eles funcionam muito bem e com certeza são bem mais baratos. Eu não sei quanto tempo você fica lá, mas para internet você pode comprar um chip local, da Free ou da Bouygues, por exemplo. Com certeza será mais barato que usar sua linha do Brasil.

      Abraços e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *