Hotel Boutique em Atenas

Bom, vamos então começar nosso passeio por Atenas comentando o hotel. Foi a primeira vez que fiquei em um hotel boutique então minhas considerações devem ser meio deslumbradas, mas vamos lá. O hotel onde me hospedei foi o Acrópolis Museum Boutique Hotel, que como o nome sugere, fica perto da Acrópolis.

A localização do hotel é bem legal. Perto de vários pontos turíticos e do metrô, com uma agência de viagens em frente (onde se pode comprar passagens de ferry para as ilhas), e vizinho a uma rua cheia de bares e restaurantes. Só faria uma ressalva: o hotel fica em uma avenida grande e movimentada então, se você tá procurando aquele lugar calmo e paradisíaco, não vale muito à pena.

Os quartos não são muito grandes, mas são super confortáveis. Bem decorados e com colchões e lençóis de primeira qualidade. O hotel oferece ainda wi-fi grátis para os hóspedes (que não funciona lá muito bem, mas enfim) e dois computadores para quem quiser acessar diretamente no lobby.

O café da manhã não tem muitas opções, mas é delicioso e bem local. É possível encontrar frutas, um delicioso iogurte e, a melhor parte, uns docinhos gregos que fazem qualquer um ficar com água na boca. Como o hotel é pequeno (em torno de 20 quartos), o local do café não é muito espaçoso, mas ao contrário de achar apertado eu achei bem aconchegante o clima por lá.

Quanto ao pessoal, em geral são simpáticos e bem informados. Como a internet não funcionava na noite em que cheguei, o recepcionista cedeu seupróprio computador para que eu pudesse mandar notícias para casa. E a recepcionista do dia seguinte nos deu dicas de lugares e restaurantes muito legais.

Bom, o que levantaria como ponto fraco são os dez degraus que se tem que subir para chegar à recepção. Claro que para a maioria das pessoas isso não deve ser um empecilho, mas para quem viaja em um grupo onde a quantidade de malas é superior à de pessoas, é certamente algo para se levar em conta.

A diária ficou em 115 euros por quarto duplo. E encontrei eles através do TripAdvisor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *